Autoridade Marítima recomenda cuidados devido à aproximação do furacão Ophelia

Autoridade Marítima recomenda cuidados devido à aproximação do furacão Ophelia

 

Lusa/AO Online   Regional   13 de Out de 2017, 10:02

A Autoridade Marítima recomendou hoje um reforço das amarrações das embarcações atracadas e a colocação em terra dos barcos mais pequenos, sobretudo nas ilhas de São Miguel e Santa Maria, devido à aproximação do furacão Ophelia.


Um comunicado da Capitania do Porto de Ponta Delgada, em São Miguel, e de Vila do Porto, em Santa Maria, alerta para a previsão de ventos fortes e ondulação muito significativa no grupo oriental, em especial no domingo, pelo que aconselha à comunidade marítima “uma vigilância especial” e o reforço das amarrações das embarcações atracadas e a colocação em terra dos barcos mais pequenos nas costas norte de São Miguel e Santa Maria.

"Estas condições de mar e vento que, embora não sejam motivo para alarme, inspiram cuidados acrescidos e muita prudência relativamente a todas as atividades em domínio público marítimo", sublinha um comunicado assinado pelo capitão do Porto de Ponta Delgada, Cruz Martins, recomendando ainda muita prudência junto da orla costeira, tendo em conta que o mar pode “chegar a zonas da costa onde normalmente não chega".

A Autoridade Marítima assegura ainda que irá manter os seus meios em prontidão.

O furacão Ophelia subiu a categoria 2, anunciou hoje o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) que prevê vento com rajadas na ordem dos 100 qulómetros/hora nas ilhas de Santa Maria e São Miguel, nos Açores.

A partir das 12:00 de sábado deverá ocorrer “um agravamento do estado do tempo, com precipitação por vezes forte e acompanhada de trovoada, vento com rajadas que em São Miguel podem chegar aos 100 quilómetros/hora e em Santa Maria poderão ultrapassar os 100 quilómetros/hora, e ondas que podem atingir os seis metros de altura significativa”, refere o IPMA.

Quanto às ilhas dos grupos ocidental, Flores e Corvo, a partir da madrugada de hoje, “devido a uma superfície frontal fria com atividade moderada a forte, prevê-se precipitação por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada”.

Esta situação estende-se no sábado às ilhas da Terceira, Pico, São Jorge, Graciosa e Faial, o grupo central dos Açores.

O IPMA emitiu avisos amarelo e laranja para o arquipélago devido à previsão de chuva, vento, trovoada e agitação marítima.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.