Autarquia da Praia da Vitória cede instalações à RTP Açores

Autarquia da Praia da Vitória cede instalações à RTP Açores

 

LUSA/AO Online   Regional   8 de Out de 2015, 22:54

A Câmara Municipal da Praia da Vitória assinou um protocolo com a RTP, em que cede dois edifícios para a instalação da delegação da ilha Terceira da RTP/Açores, até então situada na cidade de Angra do Heroísmo.

"Ultrapassando a componente das infraestruturas e dos equipamentos, que é isto que este protocolo contempla, ficam reunidas as condições para que os técnicos façam a sua parte e fazer a sua parte é fazer da RTP e da RDP/Açores uma estrutura que reforce significativamente a identidade local e regional", salientou o autarca da Praia da Vitória, Roberto Monteiro, na assinatura do protocolo. A delegação da ilha Terceira da RTP/Açores está localizada atualmente numa moradia arrendada a necessitar de obras, no concelho de Angra do Heroísmo, o mais populoso da ilha Terceira. A RTP assinou, em 2011, um protocolo com a Câmara Municipal de Angra do Heroísmo que previa também a cedência de uma antiga escola primária, mas a rádio e a televisão públicas não chegaram a transferir-se para o edifício. Questionada sobre este protocolo, Cristina Vaz Tomé, administradora da empresa, disse apenas que o protocolo falhou, não especificando pormenores. "Eu não estava cá na altura e a informação que eu tenho é que, de facto, quando nós quisemos implementar o protocolo uma das partes recuou", salientou. A Câmara Municipal da Praia da Vitória vai ceder também uma antiga escola primária, dividida em dois edifícios, mas vai realizar obras, orçadas em 175 mil euros, antes de a entregar à RTP, ainda que já estivesse prevista a reabilitação do edifício, segundo Roberto Monteiro. A autarquia tem até abril de 2016 para ceder os edifícios à RTP, que por sua vez deverá instalar-se num prazo de seis meses, caso contrário terá de indemnizar a autarquia pelo investimento realizado. A cedência das instalações é gratuita e o protocolo não refere contrapartidas quantificáveis por parte da RTP, ficando, no entanto, a empresa responsável pelo investimento em equipamentos e tecnologia. Roberto Monteiro justificou a iniciativa da autarquia com a estratégia de captação de serviços públicos para o centro histórico da cidade, face ao processo de redução militar da Base das Lajes, mas também com o potencial de promoção externa do concelho e com a intenção de contribuir para a valorização da produção regional. Apesar de o protocolo não o referir, o autarca disse que a transferência da delegação da ilha Terceira da RTP/Açores para a Praia da Vitória vai também potenciar o uso do Auditório do Ramo Grande e da Academia da Juventude da Ilha Terceira, infraestruturas que serão ligadas às instalações da rádio e televisão por fibra ótica. Também sem compromisso assinado, Roberto Monteiro salientou a possibilidade de a RTP criar parcerias com a Escola Profissional da Praia da Vitória, que oferece cursos nas áreas da multimédia e da comunicação. O autarca da Praia da Vitória disse esperar que em simultâneo exista por parte da RTP uma "consistência ao nível do quadro de pessoal", mas questionada sobre esta matéria Cristina Vaz Tomé alegou que "caberá à direção do centro regional fazer essa análise e decidir o que é que tem de afetar em cada uma das ilhas em termos de recursos humanos". A administradora da RTP admitiu que a transferência a delegação da ilha Terceira para a Praia da Vitória implica alguns "riscos", salientando, ainda assim, que os ganhos estimados superam esses mesmos riscos. Cristina Vaz Tomé defendeu a necessidade de "replicar" este modelo de parceria com a autarquia da Praia da Vitória na cidade da Horta (Faial), onde a RTP tem também uma delegação. Já em Ponta Delgada (S. Miguel), a RTP prepara-se para adequar o edifício da rádio para receber também a televisão, estando prevista a construção de um estúdio virtual para informação e produção.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.