Aurea, The Gift e AGIR nas Sanjoaninas de Angra de Heroísmo


 

Lusa/AO online   Cultura e Social   29 de Abr de 2016, 16:27

urea, AGIR e The Gift estão entre os cabeças de cartaz das festas Sanjoaninas de Angra do Heroísmo, Açores, que este ano assinalam o 250º aniversário da instalação da Capitania Geral dos Açores, disse fonte da autarquia.

 

"Temos um cartaz bastante variado e bastante amplo também. São nove dias de concertos com um pouco de todos os estilos", afirmou à agência Lusa o vereador com o pelouro da Juventude, Guido Teles, adiantando que o programa no palco Bailão, o principal das Sanjoaninas, contempla, ainda, nomes como a banda ATOA, Cuca Roseta, Diogo Piçarra e João Pedro Pais.

As festas Sanjoaninas, que decorrem de 17 a 26 de junho, vão assinalar os 250 anos da instalação da Capitania Geral na cidade, que foi na altura capital dos Açores.

A Capitania Geral dos Açores foi instalada a 02 de agosto de 1766, em Angra do Heroísmo, no Palácio dos Capitães Generais, que mantém esse nome e onde atualmente estão instalados serviços da vice-presidência do Governo Regional. Foi também nesse edifício que, durante a guerra civil, foi instalada a sede do governo liberal.

Guido Teles referiu que, além de ter havido preocupação por contemplar músicos para as gerações mais novas, há também o "registo do fado com a Cuca Roseta", notando que neste palco está, ainda, assegurada música eletrónica.

"Estes são os principais destaques para os nove dias de festa no palco Bailão, sendo que todos os dias teremos também artistas locais lá a atuar", apontou.

O acesso aos concertos deste palco varia entre os 15 e 30 euros, preço do passe diário e semanal respetivamente.

Já o palco do pátio da Alfândega, onde o acesso é gratuito, "tem um registo de artistas mais locais", por onde vão passar músicos de várias ilhas dos Açores, mas também de Portugal Continental.

"Diria que o destaque deste palco da Alfândega será os The Happy Mess, uma banda com um estilo alternativo que surgiu em 2011 e começa a dar cartas a nível nacional", adiantou, explicando que Plano B, King John & Sara Cruz, Half Step Down são outras das presenças garantidas.

Guido Teles destacou que as Sanjoaninas "são umas festas já centenárias, que são extremamente conhecidas, sobretudo junto" das comunidades emigradas, realçando a visita de muitos emigrantes por esta ocasião à ilha Terceira.

Por outro lado, o responsável notou que "são um excelente palco de promoção" para Angra do Heroísmo, cujo centro histórico é Património Mundial da Unesco -- Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e Cultura, acrescentando que "começam a ser umas festas que levam o nome dos Açores mais longe", contribuindo para isso a aposta na promoção nacional e internacional do evento por parte do município.

O orçamento das Sanjoaninas é de cerca de 600 mil euros, com uma comparticipação da autarquia na ordem dos 250 mil euros.

As maiores festas do concelho têm este ano como tema "Angra do Heroísmo, uma capital no coração do Atlântico" e seguem o mesmo modelo de anos anteriores, com concertos musicais, desfiles, gastronomia, marchas populares, desporto e tauromaquia, entre outras atividades.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.