Aumentou para 15 o número de mortos do atentado à geladaria em Bagdad


 

Lusa/Açoriano Oriental   Internacional   30 de Mai de 2017, 11:41

As autoridades iraquianas informaram que o novo balanço provisório do atentado ocorrido hoje em Bagdad aumentou para 15 o número de mortos sendo que, pelo menos, 27 pessoas ficaram feridas.

 

O atentado levado a cabo por um bombista suicida numa geladaria de Bagdad foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico, disseram à Associated Press fontes oficiais iraquianas que não foram identificadas.

Imagens captadas por câmaras de segurança registaram o momento da explosão no centro da capital num momento em que se encontravam muitas pessoas na rua e no estabelecimento atingido pelo bombista.

Este ataque ocorre a poucos dias do início do Ramadão, em que os muçulmanos cumprem jejum durante as horas diurnas fazendo com que as pessoas se juntem nos estabelecimentos de restauração desde as primeiras horas da noite.

No ano passado, um ataque no mês do Ramadão na capital iraquiana, na zona da Karrada, fez cerca de 300 mortos, sendo considerado o atentado mais violento dos últimos 13 anos e que também foi reivindicado pelo Estado Islâmico.

O ataque das últimas horas regista-se igualmente numa altura em que as forças militares norte-americanas encontram-se a prestar apoio às forças iraquianas em Mossul, no norte do país, um dos redutos do Estado Islâmico.

Num outro atentado com um carro bomba, durante a noite, morreram cinco pessoa e 17 ficaram feridas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.