Aumento do IMI vai levar à falência das famílias

Aumento do IMI vai levar à falência das famílias

 

Lusa/AO online   Economia   10 de Out de 2012, 15:31

O agravamento do IMI vai levar à falência das famílias, que vão tentar vender as casas "ao desbarato", advertiu esta quarta-feira o presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), Luis Lima.

Mostrando-se "extremamente preocupado" com o agravamento do imposto no próximo ano, caso se acabe com a sua aplicação progressiva, como tinha anunciado o ministro das Finanças na semana passada, Luis Lima acredita que "a partir do momento que os portugueses começarem a perceber quanto vão ter de pagar de imposto, vão começar a querer vender as casas ao desbarato".

Luis Lima acredita que muitos portugueses nem vão ter dinheiro para pagar o imposto: "Há pessoas que vão ter um agravamento de mil por cento. Estou convencido que o incumprimento vai ser muito grande", disse, alertando para os efeitos no sistema financeiro (o crédito à habitação) e no mercado do arrendamento (os proprietários não vão querer continuar a investir em imobiliário por causa do IMI).

O presidente da APEMIP lembrou ainda que as isenções ao pagamento deste imposto "estão quase todas" a terminar e que os portugueses afetados pelo aumento do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) vai ainda ser muito mais.

No caso de serem os fiadores a assegurar o pagamento dos créditos à habitação, em lugar do devedor que entrou em incumprimento, é a estes que cabe o pagamento do IMI. Recorde-se que a fiança é já a segunda causa de sobre-endividamento das famílias, segundo a DECO.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.