Aumento de pedidos de ajuda, mas incidentes sem danos significativos


 

Lusa/AO Online   Nacional   16 de Set de 2015, 10:33

O mau tempo que se fez sentir no início da madrugada de hoje no norte do país provocou um aumento dos pedidos de ajuda ao Comando Distrital de Operação de Socorros (CDOS) do Porto, mas "sem ocorrências significativas".

 

Em declarações à agência Lusa, fonte do CDOS do Porto explicou que, “apesar do maior número de ocorrências até meio da madrugada de hoje, não existiram problemas significativos”.

“Até ao início da madrugada ainda tivemos chamadas a pedir auxílio, mas nada de relevante, tudo incidentes sem danos. A partir do meio da madrugada acalmou”, adiantou a mesma fonte.

Também a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), contatada pela Lusa, avançou também que, apesar das ocorrências durante o final do dia e madrugada, nenhuma destas foi significativa.

Durante o dia de terça-feira, o mau tempo no norte do país causou a queda de árvores e inundações, mas “nada de significativo”, avançaram também à Lusa fontes dos bombeiros locais e da proteção civil.

Até às 16:00, o CDOS do Porto registou 42 ocorrências um pouco por todo o distrito, maioritariamente inundações e quedas de árvore, mas nenhum dos incidentes provocou danos graves.

Em Ponte de Lima, o vento forte que se fez sentir no norte do país derrubou as armações das iluminações das Feiras Novas, mas "sem causar outros danos", disseram à Lusa os bombeiros locais.

Já o Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Vila Real registou 20 ocorrências durante terça-feira relacionadas com pequenos deslizamentos de terras, inundações e quedas de ramos de árvores.

O mau tempo que se fez sentir na terça-feira no norte do país e que levou o IPMA a emitir aviso vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, nos distritos de Porto, Braga, Viana do Castelo e Vila Real provocou pequenos deslizamentos de terras, inundações e quedas de árvores e ramos.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou para 10 os distritos sob aviso laranja durante o dia de hoje. Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Vila Real, Viseu, Bragança, Guarda e Castelo Branco estão sob aviso laranja devido à previsão de chuva persistente, passando a regime de aguaceiros e acompanhados de trovoadas e vento forte com rajadas da ordem 120 quilómetros por hora nas terras altas, sendo de 90 quilómetros por hora no litoral.

O aviso laranja está em vigor desde as 02:00 e termina às 09:00 de hoje, altura em que aqueles dez distritos passarão a aviso amarelo.

O IPMA colocou também os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria, Lisboa, Setúbal e Coimbra sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte com ondas com 4 a 5 metros entre as 02:00 e as 18:00 de hoje.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.