Astronauta Peggy Whitson bate recorde de um americano mais tempo no espaço

Astronauta Peggy Whitson bate recorde de um americano mais tempo no espaço

 

Lusa/Açoriano Oriental   Internacional   24 de Abr de 2017, 17:29

A astronauta Peggy Whitson bateu hoje o recorde do maior tempo acumulado em órbita por um americano, com 534 dias, duas horas e 48 minutos.

 

O recorde mundial de permanência em órbita, de 879 dias, pertence ao cosmonauta russo Gennady Pedalka.

Antes de se tornar o membro do programa espacial dos Estados Unidos com mais tempo em órbita, Peggy Whitson, comandante da Estação Espacial Internacional, já era a mulher com mais tempo no espaço, com mais caminhadas espaciais, e, com 57 anos, a mulher mais velha em órbita.

Peggy Whitson, ultrapassou hoje o recorde estabelecido em 2016 por Jeffrey Williams.

Quando regressar à Terra, em setembro, a astronauta vai registar 666 dias em órbita, repartidos por três missões.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.