Associação de jovens agricultores nos Açores admite entraves à criação de novas empresas

Associação de jovens agricultores nos Açores admite entraves à criação de novas empresas

 

Lusa/ AO online   Regional   27 de Dez de 2012, 10:39

O presidente da Associação de Jovens Agricultores Micaelenses, nos Açores, Hélio Carreiro, considerou hoje que "há entraves" à criação de novas empresas agrícolas na região, apelando ao empenho de todos para o sucesso do setor.

“Há entraves na agricultura, mas julgo que haverá sempre empenho de todas as partes para que juntos possamos trabalhar para o sucesso do setor”, afirmou Hélio Carreiro, após uma audiência com o Presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, em Ponta Delgada.

O dirigente agrícola lembrou que os entraves à criação de novas empresas agrícolas nas ilhas passam pelo “custo dos fatores de produção, acesso às terras e restrições impostas pela banca”.

O presidente do Governo Regional dos Açores manifestou a vontade do seu executivo em continuar a fazer da agricultura “um contribuinte efetivo para o desenvolvimento da região”, salientando que isso consegue-se com “um setor que tem dado provas de estar disposto para novas áreas de intervenção e novas areas de aproveitamento que a região encerra”.

Vasco Cordeiro recordou os “apoios diretos” dados pelo Governo ao setor agrícola, ao nível da primeira instalação e formação, algo que contribui para uma agricultura mais e melhor formada, capaz de responder a com qualidade aos desafios que hoje lhe são colocadas”.

Segundo Vasco Cordeiro, a região também tem contribuído com apoios mais gerais, ao nível da manutenção no arquipélago do diferencial dos fatores de produção, como os combustíveis e as rações.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.