Saúde

Associação de hemofilia quer criação de centros especializados na doença


 

Lusa/AO online   Nacional   21 de Out de 2010, 17:26

A Associação Portuguesa de Hemofilia (APH) reúne-se esta quinta-feira com o Ministério da Saúde para discutir a criação dos primeiros centros de referenciação específicos no país, com equipas multidisciplinares, que permitam um tratamento mais eficaz destes doentes.
O presidente da APH, o presidente da Federação Mundial de Hemofilia e o presidente do Consórcio Europeu de Hemofilia reúnem-se com o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Manuel Pizarro, para falar sobre a necessidade de criar centros específicos para a hemofilia (uma doença da coagulação do sangue) e distúrbios hemorrágicos.

“A hemofilia precisa de centros de tratamento alargados a muitas especialidades, porque os problemas podem ser ortopédicos, de fisioterapia, de estomatologia ou hepáticos. Portanto, necessitamos de um centro especializado em hemofilia, multidisciplinar, para um bom tratamento dos pacientes”, disse João Paulo Silva, presidente da APH.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.