Assembleia Municipal de São Roque do Pico aprova orçamento de 4ME para 2016


 

Lusa/AO Online   Regional   23 de Dez de 2015, 10:52

A Assembleia Municipal de São Roque do Pico, aprovou hoje, por maioria, o orçamento do executivo camarário para 2016, orçado em quatro milhões de euros, com os votos do PS e abstenção do PSD.

 

O presidente da câmara, Mark Silveira, eleito pelo PS, considerou, em declarações à agência Lusa, que o valor orçamentado representa uma “ligeira redução” em termos comparativos com 2015, o que se justifica com o facto do atual orçamento ainda contemplar verbas do anterior quadro comunitário de apoio (2014-2013), com candidaturas já aprovadas.

“Este ano, temos várias obras previstas e projetadas no plano, mas como nenhuma delas tem a candidatura aprovada, este valor não pode ser incluído. Se nós conseguirmos avançar com tudo aquilo que temos perspetivado, o valor do plano aumentará significativamente, podendo atingir os cinco milhões de euros, sendo assim relativamente superior ao ano de 2015”, explica o presidente da edilidade.

As principais linhas do orçamento da Câmara Municipal de São Roque do Pico assentam, de acordo com Mark Silveira, no apoio ao empreendedorismo, bem como no nascimento e implantação de empresas no concelho.

O presidente da câmara revela que esta opção se concretizará pela materialização de duas obras que passam pela criação de uma incubadora de empresas, através da adaptação de um edifício, que está devoluto, no cais do Pico, e pela continuação de infraestruturação de uma zona industrial.

Outra das apostas de Mark Silveira para 2016 assenta no abastecimento de água à população com a abertura de três novos furos de captação, bem como no seu fornecimento a uma zona da paisagem da cultura da vinha do Pico que é “muito procurada” pelos turistas e locais para a construção, visando o alojamento turístico, na maioria dos casos.

O responsável afirmou ainda que pretende avançar em 2016 com projetos de reabilitação urbana, sendo o mais significativo a ampliação e requalificação do largo da igreja da segunda maior freguesia do concelho de São Roque do Pico.

Segundo Mark Silveira, o Plano e Orçamento de 2016 da autarquia resulta de uma “gestão rigorosa e criteriosa” ao longo dos dois últimos anos, que se pretende dar continuidade, ao abrigo da qual “foi possível reequilibrar as contas da autarquia”.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.