Médio Oriente

Assassínio no Dubai deve ser condenado por todos


 

Lusa / AO online   Internacional   23 de Fev de 2010, 15:46

O chefe da diplomacia do Kuwait defendeu esta terça-feira em Lisboa que todos os países devem condenar o "crime que ocorreu no Dubai", referindo-se ao assassínio de um dirigente do Hamas naquele país numa suposta operação da secreta israelita.
"Este crime que ocorreu no Dubai deve ser condenado por todos os países do mundo", disse Mohammed al-Sabah al-Salim al-Sabah à imprensa, após um encontro com o seu homólogo português, Luís Amado.

Al-Sabah disse "não estar chocado com este comportamento israelita" tendo em conta que Israel "tem cometido este tipo de atos assassinos, à vista de todos, na Palestina".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.