Hong Kong

Arte contemporânea portuguesa e brasileira marcam presença em feira internacional

Internacional /
Festival de Arte Contemporânea - Japão

1219 visualizações   

Uma galeria portuguesa e três brasileiras vão participar na feira de arte contemporânea de Hong Kong, que reúne 266 galerias de 39 países e territórios, entre 17 e 22 de maio
 

A galeria portuguesa Filomena Soares, de Lisboa, e as brasileiras Casa Triângulo, Nara Roesler e Mendes Wood são os participantes dos países de língua portuguesa da 5.ª edição da ART HK 2012.

Estreante na feira a decorrer na antiga colónia britânica, a Galeria Filomena Soares espera um ambiente "frutífero à promoção dos artistas que representa junto de coleções públicas e privadas e junto de um novo público emergente".

"Esperamos que a feira permita boas oportunidades de negócios imediatas, bem como um investimento em futuras parcerias com instituições internacionais, públicas e privadas", disse o diretor da galeria portuguesa, Manuel Santos, em declarações à agência Lusa.

Fundada em Lisboa há dez anos, a Galeria Filomena Soares vai também aproveitar Hong Kong como uma "montra" para os artistas que representa.

"Aliado ao enorme crescimento económico da Ásia, nos últimos anos o novíssimo mercado artístico asiático, nomeadamente da China, tem vindo a ganhar um espaço de enorme visibilidade quando comparado com os outros mercados ditos tradicionais: América do Norte e Europa", explicou o mesmo responsável.

A presença brasileira na ART HK 2012 integra duas galerias paulistas - as veteranas Nara Roesler e Casa Triângulo, estabelecidas na arte contemporânea há mais de 20 anos -, e a jovem Mendes Wood.

Fundada em 2010, a Mendes Wood estará representada na secção "Art Futures", dedicada aos jovens talentos até aos 35 anos.

Diário de Notícias Dinheiro Vivo Jornal de Notícias Notícias Magazine O Jogo TSF Volta ao Mundo Açoriano Oriental DN Madeira Jornal do Fundão