Área de incêndios diminui, mas fumo volta a Moscovo

Área de incêndios diminui, mas fumo volta a Moscovo

 

Lusa/AO Online   Internacional   17 de Ago de 2010, 07:13

A área dos incêndios florestais na Rússia diminuiu consideravelmente, mas o combate às chamas continua nas regiões de Nijni-Novgorod, Vladimir e Riazan, bem como nas repúblicas de Marii-El e Mordóvia, informa o Ministério para Situações de Emergência.

“Em alguns locais caíram chuvas fracas, mas infelizmente não alteraram consideravelmente a situação”, comentou Vladimir Stepanov, porta-voz desse ministério.

Anunciou que os bombeiros continuam a concentrar homens e máquinas nas regiões de Vladimir e Riazan.

Os incêndios nas turfeiras destas duas regiões continuam a fazer chegar fumo aos bairros do sudoeste e do ocidente da capital russa. Embora em menor intensidade do que os dias mais críticos da semana passada, nesses bairros continua a sentir-se também cheiro a queimado.

Segundo dados do Ministério para Situações de Emergência de 13 de Agosto, já arderam no país 832 215 hectares, mas a Global Fire Monitoring Center, citada pela organização ecologista Greenpeace da Rússia, a área ardida é de 15 688 885 hectares.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.