ARCOlisboa vai reunir 50 galerias de arte na capital entre 18 e 21 de maio

ARCOlisboa vai reunir 50 galerias de arte na capital entre 18 e 21 de maio

 

Lusa/Açoriano Oriental   Regional   23 de Mar de 2017, 14:10

A ARCOlisboa - Feira Internacional de Arte Contemporânea de Lisboa regressa à capital portuguesa em segunda edição com 50 galerias portuguesas e estrangeiras, de 18 a 21 de maio, na Cordoaria Nacional, anunciou a organização.

Organizada pela Feira de Madrid (IFEMA), responsável pela ARCOmadrid, o certame irá reunir, no Programa Geral, meia centena de galerias selecionadas pelo Comité Organizador, após a análise de todos os projetos recebidos.

Contará com representação de galerias de Lisboa, como Cristina Guerra, Pedro Cera, Vera Cortês, e, do Porto, como Murias Centeno, Quadrado Azul -- ambas com sede também na capital -, Fernando Santos ou Pedro Oliveira, e outros projetos de Braga, como Mario Sequeira, e dos Açores, Fonseca Macedo.

Do estrangeiro, estarão representadas, entre outras, galerias como Elba Benítez, Juana de Aizpuru, Giorgio Persano, Vermelho, Monitor e Zak Branicka.

A nova secção Opening terá, no seu programa, a participação de oito galerias nacionais e internacionais com menos de sete anos de antiguidade, selecionadas por João Laia, escritor e comissário português.

Esta secção mostrará uma representação de cena de jovens galerias portuguesas como Madragoa e Pedro Alfacinha, em diálogo com outras internacionais, como Dürst, Britt & Mayhew ou José García.

Entre os artistas emergentes estarão Renato Leotta ou Karlos Gil, até criadores de renome internacional como Erwin Wurm, José Pedro Croft, João Louro, Sergio Vega, Nathaniel Mellors, Carlos Garaicoa, juntamente com peças de artistas consagrados -- como Picasso ou a portuguesa Vieira da Silva - em galerias como Leandro Navarro, João Esteves de Oliveira ou José de la Mano.

Do programa fazem também parte o debate e a reflexão, num Fórum aberto ao público sobre a atualidade criativa e o mercado da arte, com quatro palestras por críticos e colecionadores, que terão lugar no auditório da Casa da América Latina.

Juntamente com o programa das galerias, a ARCOlisboa também acolherá a presença de editoras e livrarias portuguesas independentes no espaço "As tables are shelves", numa seleção de Luiza Teixeira de Freitas.

A ARCOlisboa 2017 abrirá as portas ao público de 18 a 21 de maio, das 12:00 às 20:00, exceto no último dia, que encerra às 18:00.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.