AR aprova hoje criação da Comissão Eventual para rever constituição


 

Lusa/AO On line   Nacional   22 de Out de 2010, 06:46

Os deputados devem aprovar hoje a constituição da comissão eventual de revisão constitucional, processo lançado pelo PSD, e que será presidida pelo comunista António Filipe.

O projeto de deliberação, subscrito pelo presidente da Assembleia da República, não indica quando a comissão eventual irá tomar posse – a marcação da data cabe a Jaime Gama.

De acordo com a proposta, a comissão eventual de revisão constitucional será constituída por 30 deputados - conforme foi decidido em conferência de líderes.

O PS terá o maior número de deputados (12), seguindo-se o PSD (10), além de três do CDS, dois do Bloco de Esquerda e dois do PCP e um dos “Verdes”.

A comissão eventual funcionará por um período de 120 dias após a sua tomada de posse, “prorrogáveis por decisão do Plenário da Assembleia da República e a solicitação da própria comissão”.

Esta será a primeira vez que o PCP preside a uma comissão eventual de revisão constitucional – esta é a oitava revisão -, sendo também o primeiro partido a fazê-lo além do PS e PSD, que sempre lideraram no passado estes grupos de trabalho.

O PSD foi o primeiro partido a entregar o seu projeto de revisão constitucional no Parlamento, no passado dia 16 de setembro, lançando assim o processo.

O prazo de entrega das propostas terminou na segunda-feira passada.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.