Aprovado orçamento da Câmara da Ribeira Grande, Açores, no valor de 21 ME

Aprovado orçamento da Câmara da Ribeira Grande, Açores, no valor de 21 ME

 

Lusa/AO Online   Regional   18 de Dez de 2015, 13:19

O orçamento de 2016 da Câmara da Ribeira Grande, foi aprovado pela Assembleia Municipal com um valor de 21 milhões de euros, mais 13% em relação a este ano, , disse hoje o presidente da autarquia.

“O orçamento que apresentámos foi de 21 milhões de euros, um acréscimo em relação ao ano anterior de cerca de três milhões de euros, representando um aumento de 13% em relação ao ano anterior”, afirmou o presidente da autarquia, o social-democrata Alexandre Gaudêncio, em declarações à Lusa, indicando que o documento foi aprovado em Assembleia Municipal com os votos a favor do PSD, a abstenção do PS e um voto contra do BE.

De acordo com o autarca, "as grandes linhas gerais" do documento passam por dinamizar a economia local", esclarecendo que "quase foram triplicados” os valores para obras de saneamento básico" em várias freguesias, uma forma de potenciar as empresas de construção civil que "estão habilitadas para aquele género de empreitadas".

A autarquia da ilha de São Miguel vai apostar no próximo ano na requalificação da orla marítima do centro da cidade, estando previsto o início da construção da ponte sobre a foz da Ribeira, um investimento que "vira a cidade de uma vez por todas para o mar" e permite dar "uma nova dinâmica à orla marítima, começando também pelo tratamento das águas residuais na zona do Monte Verde", disse Alexandre Gaudêncio.

A câmara pretende também requalificar o largo António Vieira, na vila de Rabo de Peixe, dando início a um processo de regeneração urbana que pretende implementar através de "um plano integrado recentemente apresentado".

No próximo ano, a autarquia tem também previsto "reabilitar alguns espaços abandonados", nomeadamente zonas desportivas, em concreto, nas freguesias de Ribeirinha e de Santa Bárbara, onde pretende transformar antigos campos de futebol em zonas verdes.

"Vamos dotar algumas freguesias, principalmente da zona nascente do concelho, de infraestruturas polidesportivas. Serão pavilhões cobertos para fazer face a alguma dinâmica que tem surgido em algumas freguesias, nomeadamente nos Fenais da Ajuda, Lomba da Maia e Porto Formoso", adiantou o autarca, frisando, no entanto, que a prioridade do município será sempre a ação social, através de apoios disponibilizados pelo fundo de emergência social, ou ainda apoios no âmbito da habitação degradada.

O ensino vai ser outra das apostas do orçamento para 2016, tendo o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande indicado que o documento reserva uma rubrica a rondar os 500 mil euros para beneficiação no parque escolar do concelho e para projetos que permitam enriquecer o currículo dos alunos.

Ainda nesta área da educação, Alexandre Gaudêncio indicou que a autarquia "triplicou" o valor destinado a bolsas de estudo para alunos do ensino superior do concelho, cujo período de candidaturas decorre até 15 de janeiro, passando "de uma rubrica orçamental de 5.000 euros para 15.000 euros".

"Por outro lado, temos como despesas de capital, ou seja, investimento direto cerca de 9,9 milhões de euros, onde cerca de 7,7 dizem respeito à aquisição de bens e serviços, o que corresponde a um aumento de cerca de 26%", acrescentou o autarca, destacando que a tónica do orçamento para 2016 incide na "ação social atendendo às dificuldades que, infelizmente, muitas famílias ainda passam " e, por outro lado, na dinamização do tecido empresarial local.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.