Aprovada a venda da PT Portugal à Altice

Aprovada a venda da PT Portugal à Altice

 

Lusa/AO Online   Economia   22 de Jan de 2015, 18:28

Os acionistas da PT SGPS deram luz verde à venda da PT Portugal aos franceses da Altice, com 97,81% de votos favoráveis, avançou fonte oficial da PT SGPS.

 

Mais de quatro horas depois do início da reunião magna, os acionistas aprovaram a venda da PT Portugal, detida pela brasileira Oi desde o aumento de capital em maio, aos franceses do Altice, depois de meses de peripécias em torno do negócio.

A venda da PT Portugal foi aprovada com 97,81% dos votos favoráveis do Novo Banco, Ongoing, Visabeira e Controlinveste, numa reunião que contou com 44% do capital presente ou representado, mas apenas 34% de capital votante, já que os brasileiros foram impedidos de votar por conflito de interesses.

Os votos contra atingiram apenas os 2,19%.

Na reunião magna estiveram presentes 398 acionistas, totalizando os votos presentes os 548.444.

Os acionistas da PT SGPS retomaram hoje a assembleia-geral para decidir a venda da PT Portugal à Altice, que tinha sido suspensa a 12 de janeiro para obterem mais informação, nomeadamente pareceres jurídicos sobre a fusão com a Oi.

Nestes 10 dias que separaram as duas assembleias-gerais, muita informação foi divulgada pela administração da PT SGPS, entre ela os pareceres jurídicos sobre a fusão com a Oi.

Dias atribulados que culminaram nas vésperas da assembleia-geral com a Oi a anunciar que vai avançar com um processo judicial contra o ex-presidente da PT SGPS Henrique Granadeiro por prestar informação falsa ao regulador e aos acionistas, com Menezes Cordeiro a querer a reversão da fusão e o ministro da Economia, António Pires de Lima, a defender que a empresa "merece ter acionistas que a valorizem e lhe deem estabilidade quanto antes".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.