Plano e orçamento

Apoios ao investimento serão cada vez "mais selectivos"

Apoios ao investimento serão cada vez "mais selectivos"

 

Lusa/AO online   Regional   9 de Set de 2010, 15:21

O presidente do Governo Regional dos Açores, Carlos César, afirmou esta quinta-feira que os apoios ao investimento serão “cada vez mais selectivos”, privilegiando os que promoverem as exportações e diminuírem as importações da região.
“Vamos ser cada vez mais selectivos no apoio ao investimento”, afirmou Carlos César, adiantando que será dada especial atenção a sectores como a economia do mar, as energias renováveis e a ciência e tecnologia, na vertente da inovação empresarial.

O presidente do executivo açoriano, que falava aos jornalistas em Ponta Delgada no final de uma ronda de audiências com parceiros sociais para preparar o plano e orçamento da região para 2011, reafirmou como prioridade a manutenção do “rigor absoluto na gestão das finanças públicas regionais”.

Pouco antes, à saída da audiência, o presidente da Câmara de Comércio e Indústria dos Açores (CCIA), Sandro Paim, tinha defendido a necessidade do governo adoptar medidas de “apoio ao crescimento da economia”.

Preocupado com a actual situação de crise está também o presidente da Federação Agrícola dos Açores, Jorge Rita, para quem “a conjuntura não é favorável”, defendendo “mais investimento no maior sector de actividade do arquipélago”.

Carlos César recebeu também esta manhã o presidente da Federação das Pescas dos Açores, Liberato Fernandes, para quem “a crise nas pescas é mais grave do que noutros sectores”, considerando mesmo que a situação “é preocupante”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.