Médio Oriente

Apoio ocidental aos regimes autoritários incentiva o extremismo


 

Lusa / AO online   Internacional   1 de Abr de 2010, 11:56

O diplomata egípcio Mohamed ElBaradei, ex-responsável da AIEA, que se tornou no opositor mais popular no Egipto, avisou que o apoio ocidental aos regimes autoritários no Médio Oriente incentiva o extremismo islamita, numa entrevista hoje publicada num diário britânico.
“A ideia que a única alternativa aos regimes autoritários é (Ussama) Ben Laden e companhia é falsa, mesmo que a continuação das políticas actuais faça cumprir essa profecia”, declarou ao Guardian o antigo Director geral da Agência Internacional da Energia Atómica (AIEA).

“As pessoas sentem-se oprimidas pelos seus próprios governos, sentem-se injustamente tratadas pelo mundo exterior, acordam de manhã e o que vêem? Vêem pessoas a suicidar-se e a matar todos muçulmanos do Afeganistão, do Iraque, da Somália, do Sudão, do Darfur”, explicou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.