Líbia

Apelar para a guerra contra a Suíça é inadmissível


 

Lusa / AO online   Internacional   26 de Fev de 2010, 11:57

O director geral da ONU em Genebra considerou esta sexta-feira inadmissível que o líder da Líbia, Muammar Kadhafi, tenha feito um apelo à guerra santa contra a Suíça.
«Creio que tais declarações da parte de um chefe de Estado são inadmissíveis no quadro das relações internacionais», declarou Serguei Ordzhonikidze, num encontro com a imprensa em Genebra.

Muammar Kadhafi fez na quinta-feira um apelo à guerra santa (jihad) contra a Suíça, devido à proibição da construção de minaretes aprovada em referendo no final de Novembro, quando as relações entre a Suíça e Tripoli estavam já em crise.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.