APAV alerta para a violência contra os mais velhos no dia do idoso


 

Lusa/AO online   Nacional   1 de Out de 2014, 12:40

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) associa-se à iniciativa anual do Dia Internacional da Pessoa Idosa, que se assinala esta quarta-feira, e alertou para a "realidade obsura" da violência praticada contra os mais velhos.

O Dia Internacional da Pessoa Idosa foi instituído em 1991 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem como objetivo sensibilizar a sociedade para as questões do envelhecimento e a necessidade de proteger e cuidar a população mais idosa.

Reconhecendo que a violência contra as pessoas idosas constitui um problema social e de saúde pública, considera-se que o seu eficaz combate pode contribuir para um futuro mais inclusivo, onde todos sejam respeitados ao longo do ciclo de vida, nomeadamente no contexto de um envelhecimento ativo e saudável.

Segundo dados do Eurostat citados pela APAV, Portugal será um dos países da União Europeia com maior percentagem de idosos e menor percentagem de população ativa em 2050. No ano passado, a associação apoiou 774 pessoas idosas, ou seja, 15 por semana.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.