António Costa em Bratislava para cimeira sobre futuro da UE em formato a 27

António Costa em Bratislava para cimeira sobre futuro da UE em formato a 27

 

Lusa/AO Online   Nacional   15 de Set de 2016, 11:53

Os chefes de Estado e de Governo de 27 Estados-membros da União Europeia (UE), entre os quais o primeiro-ministro, António Costa, mas não a britânica Theresa May, reúnem-se na sexta-feira em Bratislava para discutir o futuro da União.

 

Numa cimeira informal marcada para a capital da Eslováquia na sequência da saída do Reino Unido da UE, decidida pelos britânicos em referendo, os líderes europeus propõem-se iniciar “um processo de reflexão” sobre o futuro da União, mas não está prevista a adoção, em Bratislava, de medidas concretas, até porque, sendo um encontro informal a 27, sem a delegação britânica, tecnicamente não se trata de um Conselho Europeu, pelo que do mesmo não podem resultar decisões vinculativas.

“Se [da cimeira] sair um calendário, já será mais do que o previsto”, comentou na quarta-feira o porta-voz do governo alemão, referindo-se a uma ideia defendida pelo governo francês, que pretende que os 27 acordem um roteiro sobre os passos e reformas a seguir para dar um novo impulso à União, a atravessar um momento particularmente delicado, confrontada com uma inédita “deserção” de um Estado-membro e consequente receio de um efeito de contágio a outros países.

Na quarta-feira, no seu discurso sobre o “Estado da União”, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, garantiu perante o Parlamento Europeu que “a existência da UE não está ameaçada” pelo ‘Brexit’, mas reconheceu que há “fissuras e divisões” no seio da União, que exigem “medidas concretas”, para evitar uma subida dos populismos.

Três temas incontornáveis nesta discussão, identificados pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, nas suas consultas com as 27 capitais, serão a migração ilegal, o terrorismo e o impacto da globalização.

A cimeira de Bratislava constituirá assim apenas o início de um processo de reflexão que deverá prolongar-se durante os próximos meses, estando já previsto um novo encontro informal dos 27 chefes de Estado e de Governo no início de 2017, em Malta, país que sucederá à Eslováquia na presidência rotativa do Conselho da UE.

O encontro de sexta-feira, a ter lugar no Castelo de Bratislava, terá início às 10:00 locais (09:00 de Lisboa), devendo prolongar-se por oito horas e meia.

Portugal estará representado pelo primeiro-ministro, António Costa, que de Bratislava seguirá para Viena, onde tem previsto um encontro no sábado de manhã com o chanceler austríaco, Christian Kern, antes de regressar a Lisboa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.