Aníbal Pires diz que acordo PPM/PSD no Corvo é "manobra eleitoral"

Aníbal Pires diz que acordo PPM/PSD no Corvo é "manobra eleitoral"

 

lusa/AO Online   Regional   29 de Set de 2012, 17:23

O coordenador regional do PCP/Açores, Aníbal Pires, considerou hoje que o acordo eleitoral entre PSD e PPM no círculo do Corvo para as eleições regionais de outubro é uma "manobra eleitoral".

 

“As pessoas perceberam que votar no PPM é votar no PSD e que, afinal, isto não passa de uma manobra eleitoral entre os dois partidos”, afirmou Aníbal Pires, em declarações à agência Lusa no final de uma ação de campanha nas ruas de Vila do Corvo.

O PSD/Açores, pela primeira vez nas eleições regionais, decidiu não apresentar uma lista própria pelo círculo do Corvo, apoiando a candidatura do PPM, liderada por Paulo Estêvão, presidente nacional e regional do partido.

Aníbal Pires frisou que o acordo eleitoral entre monárquicos e social-democratas “não é bem visto” pelos corvinos, considerando que PPM e PSD pretendem gerar alguma “confusão” entre o eleitorado da mais pequena ilha dos Açores.

O coordenador regional do PCP/Açores considerou, no entanto, que a população do Corvo está “devidamente esclarecida sobre esta manobra eleitoral”.

“Os corvinos saberão dar a resposta adequada no dia das eleições”, frisou Aníbal Pires.

Na ação de campanha que hoje realizou no Corvo, o dirigente comunista apresentou algumas das propostas que a CDU tem para a ilha, nomeadamente a ampliação do Porto da Casa, para permitir a descarga de navios de maior porte.

A melhoria do transporte marítimo de passageiros e viaturas para a ilha e a construção de um talho para o abastecimento de carne fresca no Corvo são outras das propostas da CDU.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.