Angra do Heroísmo foi eleita para Conselho das Cidades Património Mundial

Angra do Heroísmo foi eleita para Conselho das Cidades Património Mundial

 

Ana Carvalho Melo   Regional   11 de Nov de 2015, 17:11

A cidade de Angra do Heroísmo foi eleita para o Conselho de Administração da Organização das Cidades Património Mundial (OCPM), numa votação que decorreu este fim de semana na cidade de Arequipa, Peru, durante o XIII congresso desta entidade.

Para Raquel Caetano Ferreira, Vereadora da Câmara de Angra do Heroísmo, esta eleição significa uma "grande projeção para Angra do Heroísmo".

 

A organização da UNESCO reúne algumas das mais importantes cidades do mundo. "Angra estará na primeira linha das iniciativas que a associação vai produzir. E há a possibilidade de grandes contactos. Permite a promoção da ilha Terceira aos outros países desta organização”, salientou Raquel Caetano Ferreira

Fundada em 1993, a OCPM reúne as 254 cidades com locais inscritos na lista do Património Mundial da UNESCO.

Dentro desta organização não-governamental, as cidades são representadas pelos presidentes das respetivas câmaras municipais, contando também com a participação de especialistas em gestão do património.

A organização promove, de dois em dois anos, um congresso mundial para debater ideias sobre a gestão e reabilitação de Cidades Património Mundial, num intercâmbio de conhecimentos e de discussão de questões de interesse mútuo às várias cidades e respetivos intervenientes. A OCPM tem como associadas entidades como o Centro de Património Mundial da UNESCO, o Conselho da Europa, o Getty Conservation Institute, o ICOMOS, o ICCROM e o World Monuments Fund.

Além de Angra do Heroísmo, também as cidades de Bruxelas, Lyon , Oaxaca (México), Quebec, Sintra, Valeparaiso (Chile) e Viena vão compor o Conselho de Administração da OCPM.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.