Pobreza

AMI regista recorde de pedidos de apoio no primeiro semestre de 2010

AMI regista recorde de pedidos de apoio no primeiro semestre de 2010

 

Lusa/AO online   Nacional   14 de Out de 2010, 11:12

No primeiro semestre deste ano, a Assistência Médica Internacional (AMI) registou um valor recorde de pedidos de ajuda, tendo a fundação prestado apoios a 7026 pessoas.
Em vésperas do Dia Mundial da Alimentação (que se assinala no sábado), a AMI, em comunicado, garante que “nunca” registou, “na sua história, tantos pedidos de ajuda como neste ano”, situação que considera “preocupante”, uma vez que “começam a faltar respostas que permitam alterar a evolução da pobreza”.

Ana Martins, directora nacional da Acção Social da AMI, entende que “os porquês são difíceis de identificar” e justifica: “Os números do desemprego estão a aumentar - já vamos nos 10,6 por cento. Por outro lado, nem todos os desempregados estão cobertos pelo subsídio de desemprego e, portanto, têm de recorrer a apoios de instituições como a AMI.”

Ana Martins destaca ainda “o corte nos benefícios sociais, que as pessoas tinham mas que deixaram de ter”, o que as leva a procurar “não só mais comida mas também mais livros para as crianças, quando os há, material escolar, roupa, tudo o que possa minorar a falta de bens essenciais”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.