Americanos aconselhados a guardar alimentos e água antes da greve na Venezuela

Americanos aconselhados a guardar alimentos e água antes da greve na Venezuela

 

Lusa/AO Online   Internacional   25 de Jul de 2017, 08:24

Os cidadãos norte-americanos foram hoje aconselhados pela embaixada dos Estados Unidos na Venezuela a guardarem alimentos e água suficientes para fazer face à greve geral marcada para quarta e quinta-feira pela oposição política do país.

Num comunicado hoje divulgado, a embaixada norte-americana aconselha os seus cidadãos para se prepararem adequadamente para a greve, guardando bens suficientes para as necessidades básicas de 72 horas.

Também instam os norte-americanos a evitar as zonas nas quais acontecem manifestações antigovernamentais que se realizam quase diariamente no país desde há quase quatro meses e resultaram na morte de cem pessoas, centenas de feridos e detidos.

"Inclusive as manifestações ditas pacíficas podem converter-se em confrontos e escalar a violência. Os confrontos com as forças de segurança venezuelanas são possíveis", alerta, no comunicado publicado na página da embaixada na internet.

Em dezembro do ano passado, os Estados Unidos já tinham emitido um alerta aos viajantes norte-americanos para a Venezuela sobre os "delitos violentos, distúrbios sociais e a constante escassez de alimentos e medicamentos" no país.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.