Álvaro Dâmaso cooptado para órgão independente da RTP

Álvaro Dâmaso cooptado para órgão independente da RTP

 

Lusa/AO online   Regional   28 de Jul de 2014, 22:14

O ex-presidente da Anacom Álvaro Dâmaso e o antigo administrador da Gulbenkian Diogo Lucena são as duas personalidades cooptadas para integrar o Conselho Geral Independente (CGI) da RTP, disseram fontes do setor.

O presidente da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), Carlos Magno, disse à Lusa que o nome das duas personalidades que foram cooptadas "deram hoje entrada formalmente no regulador", embora os nomes já fossem conhecidos desde sexta-feira.

Tanto Carlos Magno como o presidente do Conselho de Opinião da RTP, Manuel Coelho da Silva, escusaram-se a avançar os nomes.

Fontes do setor contactadas pela Lusa disseram que o ex-presidente da Autoridade Nacional das Comunicações (Anacom) Álvaro Dâmaso é um dos nomes cooptados pelos quatro membros indigitados pelo Governo e pelo Conselho de Opinião da RTP.

Entre os vários cargos desempenhados, Álvaro Dâmaso foi ainda presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O antigo administrador da Fundação Gulbenkian Diogo Lucena é outra das personalidades cooptadas.

A ERC vai "analisar e deliberar em bloco" os nomes na reunião de quarta-feira, tinha afirmado hoje à tarde o presidente do regulador.

A professora universitária Ana Lourenço e o jornalista João Lopes foram os nomes escolhidos pelo Governo para integrar o novo órgão, que irá supervisionar a atividade da RTP e escolher o conselho de administração da empresa.

Do lado do Conselho de Opinião da RTP, os indigitados foram o professor universitário Manuel Pinto e a gestora cultural Simonetta Luz Afonso.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.