Alterações climáticas são parcialmente culpadas por deslizamento de terra na Suíça

Alterações climáticas são parcialmente culpadas por deslizamento de terra na Suíça

 

Lusa/AO online   Internacional   28 de Ago de 2017, 11:19

O Escritório Federal para o Meio Ambiente da Suíça informou que os efeitos das alterações climáticas são parcialmente culpados pelo deslizamento de terra e rochas numa aldeia no sudeste do país que deixou oito desaparecidos.

O diretor do Escritório Federal, Marc Chardonnens, disse que a Suíça deve fazer mais em relação às alterações climáticas.

O Escritório Federal referiu hoje que a Suíça experimentou um aumento médio de temperatura de 2º graus Celsius, desde

a criação dos registos em 1864, o dobro da média mundial de 0,9º graus Celsius.

Marc Chardonnens disse que os efeitos das alterações climáticas incluem as "ilhas de calor urbano" nas cidades suíças, escassez de água localizada e a instabilidade dos flancos da montanha.

O diretor do organismo federal exemplificou a instabilidade das montanhas alpinas com o incidente em Bondo, no qual a massa rochosa se soltou e desencadeou um deslizamento de terra e pedras na quarta-feira.

Centenas de habitantes tiveram de abandonar de emergência a cidade, que fica no sudeste da Suíça e perto da fronteira com a Itália, e oito pessoas continuam desaparecidas.

As autoridades suíças suspenderam as buscas pelos desaparecidos no sábado.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.