Alterações à lei da adoção devem ser apresentadas "muito em breve"

Alterações à lei da adoção devem ser apresentadas "muito em breve"

 

AO/Lusa   Nacional   4 de Out de 2014, 19:19

O primeiro-ministro afirmou sábado que o tempo que demoram os processos de adoção em Portugal não é o ideal para as crianças, acrescentando que deverão ser apresentadas "muito em breve" as alterações ao quadro legal da adoção.

 

"Não podemos ter um sistema tão complicado, tão complexo, tão exigente, que no fim não proteja aquilo a que se destinava, que era a possibilidade de ter um processo de adoção que seja exequível em tempo útil para as crianças", afirmou.

Pedro Passos Coelho, que discursava em Faro, no final de uma visita ao Refúgio Aboím Ascensão, sublinhou que se impõe não só uma alteração do quadro legal, mas também "da cultura que rodeia os mecanismos da adoção".

Antes da visita ao Refúgio, que acolhe crianças em situação de risco, Passos Coelho tinha visitado outra instituição, o Centro de Apoio aos Sem Abrigo (CASA) de Faro, onde foi apupado por manifestantes, que exigiram a demissão do Governo.

O primeiro-ministro disse ainda que a adoção é um processo em que é necessária "muita exigência", que não pode ser conduzido com ligeireza ou descuido, mas admitiu que é necessário simplificar os mecanismos.

À noite, Pedro Passos Coelho encerrará o segundo dia de trabalhos do Fórum Empresarial do Algarve, que decorre até domingo num hotel em Vilamoura sob o tema “Os caminhos do crescimento para Portugal”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.