Agente de futebol suspenso pela FIFA por comentários no Facebook

Agente de futebol suspenso pela FIFA por comentários no Facebook

 

LUSA/AOnline   Futebol   21 de Dez de 2012, 18:52

O agente de jogadores brasileiro Paulo Teixeira foi hoje suspenso por dois meses pela FIFA pelo uso de "comentários desagradáveis" no Facebook, informou hoje o organismo que tutela o futebol mundial.

“É a primeira vez que um membro da família do futebol é suspenso ou sancionado pelo uso das redes sociais”, explicou um porta-voz da FIFA à agência France Presse.

Paulo Teixeira difundiu no Facebook em junho último uma “lista de vigaristas”, na qual o AC Milan e o Anderlecht apareciam à frente, acusados de não terem pago dívidas a clubes mais pequenos pela transferência de jogadores da formação.

O agente, que sustenta as acusações numa conversa que teve com um dirigente do Sevilha e da Associação Europeia de Clubes (ECA), José Maria Cruz, antes da final da última edição da Liga dos Campeões, foi então acusado pelas equipas de ter proferido injúrias e calúnias.

A FIFA multou Teixeira em 8.000 francos suíços (6.622 euros).

O agente brasileiro não é, contudo, o primeiro a ser punido por declarações no Facebook: a 07 de dezembro, a Liga Portuguesa suspendeu preventivamente o delegado Jorge Vacas, cujo comportamento foi alvo de uma queixa por parte do Sporting no seu sítio oficial.

Os “leões” acusaram o delegado de se ter entretido a escrever “vários comentários de escárnio relativamente a posições assumidas pelo Sporting na defesa dos seus interesses, junto da própria Liga”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.