Agências de viagens estimam que férias dos portugueses tenham crescido 10 por cento no verão

Agências de viagens estimam que férias dos portugueses tenham crescido 10 por cento no verão

 

Lusa   Economia   3 de Out de 2015, 11:56

A Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) estima que as viagens turísticas dos portugueses no verão tenham crescido cerca de 10 por cento, em linha com aquela que vai ser a recuperação do ano.

Em termos de lazer dos portugueses, no final do verão "é absolutamente garantido que se manteve o clima e os números da recuperação. Estimamos que tenhamos atingido no final de agosto crescimentos muito próximos dos 10% no mercado português", disse o presidente da APAVT, Pedro Costa Ferreira, à Lusa.

O responsável atribui esta recuperação das viagens de lazer dos portugueses, sobretudo, ao "retomar da confiança dos consumidores", lembrando que o início da crise colocou o mercado interno "numa situação muito delicada", decorrente da falta de rendimento disponível, por um lado, e da quebra de confiança, por outro.

"Neste momento, não há factos para dizer que exista uma recuperação do rendimento disponível, há, quanto muito, uma recuperação de confiança, que tem dado aos portugueses uma maior vontade de viajar", reforçou.

"O primeiro sinal do ano turístico que temos é na Pascoa, depois o verão e depois - a cereja em cima do bolo - o final de ano. E o ano tem corrido bem, de um modo geral. Há crescimento, ou melhor, há recuperação sustentada. Em 2013 teremos batido no fundo, em 2014 tivemos um primeiro sinal de recuperação e em 2015 teremos a consolidação desse sinal de recuperação", afirmou Pedro Costa Ferreira.

Num ano em que se esperam novos recordes turísticos em Portugal, o presidente da APAVT mantém uma "grande esperança de que para o próximo ano este ritmo de recuperação continue" também no mercado interno.

Em termos de destinos, à semelhança dos anos anteriores, os portugueses elegeram para as suas férias de verão, em termos de longo curso, essencialmente o Brasil, as Caraíbas e Cabo Verde, e em Portugal o Algarve e a Madeira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.