Aeroporto parisiense de Roissy dispõe de reservas de combustível só até segunda ou terça-feira


 

Lusa/AO Online   Internacional   16 de Out de 2010, 09:41

O aeroporto parisiense de Roissy dispõe de reservas de combustível só até segunda-feira à noite ou terça-feira, declarou hoje o ministério da Ecologia francês.

As reservas de combustível estão limitadas devido à greve das refinarias francesas no âmbito do protesto contra o projeto de reforma das pensões.

“O oleoduto que aprovisiona carburantes aos aeroportos de Orly e Roissy funciona com intermitências”, indicou um porta-voz do ministério.

A empresa Trapil que gere este oleoduto tinha indicado sexta-feira que já não estava a funcionar devido à falta de produtos petrolíferos.

“Temos pistas para encontrar soluções para aprovisionar o aeroporto (de Roissy). Estamos confiantes”, referiu o porta-voz do ministério.

No âmbito das ações de protesto contra a reforma das pensões, o conjunto das 12 refinarias francesas estão em greve e 10 estão paradas, indicou a União das indústrias petrolíferas francesa (UFIP).

Na sexta-feira, as autoridades foram forçadas a intervir para desbloquear quatro depósitos de carburantes bloqueados por grevistas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.