Conjuntura

AEP defende aumento de impostos sobre consumo


 

Lusa / AO online   Economia   31 de Mar de 2010, 11:42

O presidente da Associação Empresarial de Portugal (AEP), José António Barros, defendeu o aumento de impostos sobre o consumo "por um período transitório" como forma de travar as importações e de equilibrar a balança comercial.
"Por um período transitório, que quanto a nós (AEP) deveria coincidir com o período de aplicação do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC), não nos chocava nada que os impostos sobre o consumo pudessem aumentar", revelou António Barros aos jornalistas à margem da conferência 'PME - Recuperação Económica e Internacionalização', promovida pelo Diário Económico.

O presidente da AEP reagia assim às previsões do Banco de Portugal divulgadas terça-feira, congratulando-se com a subida estimada das exportações de 3,6 por cento contra os anteriores 1,7 por cento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.