AEP adiou missão ao Irão "a pedido dos empresários"


 

Lusa / AO online   Economia   3 de Fev de 2010, 18:07

O presidente da AEP rejeitou esta quarta-feira que a missão empresarial ao Irão, marcada para 23 de aneiro, tenha sido adiada por questões de segurança, revelando que o atraso deveu-se a "pedidos dos empresários" e com o calendário religioso do país.
"Houve uma série de empresários que nos pediu para que a missão fosse adiada, e foi adiada para uma data oportuna, mas vai ser feita", disse José António Barros, em declarações à Agência Lusa, à margem da conferência "Portugal Inovador - estratégias empresariais de sucesso", que decorre hoje no Porto.

"Nós continuamos a acreditar fortemente no mercado do Irão", disse o presidente da AEP, escusando-se a apontar uma data concreta para a realização de missão, que contava com quase duas dezenas de inscrições de empresas. A data da visita "não será para breve, mas isso tem a ver com o calendário iraniano, que vai agora entrar numa altura que é uma espécie de Natal para nós".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.