Justiça

Adiadas as alegações finais no caso do homem que estrangulou a filha


 

Lusa / AO online   Nacional   25 de Fev de 2010, 10:49

O tribunal de Matosinhos adiou esta quinta-feira para 11 Março as alegações finais no caso de um homem que em 28 de Maio do ano passado estrangulou até à morte a sua filha de sete anos, disse fonte judicial.
Não foram adiantadas razões.

João P., vendedor, com 45 anos à altura dos factos, está acusado pelo Ministério Público da prática de um crime de homicídio qualificado.

"Terá agido em quadro de perturbação emocional, de ideia de suicídio e de apreensão quanto ao futuro da vítima", de acordo com relatos da Polícia Judiciária do Norte feitos na altura da detenção, 24 horas após o crime.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.