Património

Actual modelo de IMI "penaliza" o investimento na construção e recuperação


 

Lusa / AO online   Economia   23 de Abr de 2010, 16:50

O arquitecto paisagista Sidónio Pardal defendeu que o actual modelo de imposto municipal sobre imóveis (IMI) “favorece” os proprietários dos prédios devolutos e “penaliza” o investimento na construção, na valorização e na recuperação do património.
“Os edifícios devolutos são os mais protegidos pelo sistema, só entram em pagamento de IMI agravado se os proprietários forem forçados a transacção (em herança, por exemplo) ou em caso de venda. Os edifícios recuperados são os que pagam mais”, afirmou o especialista, nas Jornadas de Direito do Urbanismo e da Construção, em Lisboa.

“Há 40 anos aceitávamos que os prédios arranjados pagassem mais porque davam mais rendimentos. A filosofia hoje é diferente, queremos que os proprietários recuperem com uma arquitectura qualificada, não sejam prejudicados face aos desmazelados”, acrescentou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.