Actor de origem brasileira assassinado devido à cor da pele


 

Lusa / AO online   Internacional   17 de Mai de 2010, 12:05

O actor russo de origem brasileira Tito Romálio faleceu num hospital de São Petersburgo, na passada semana, devido a ferimentos graves na cabeça, provocados por agressão racista, noticiou esta segunda-feira o diário Novie Izvestia.
Romálio, 58 anos, foi encontrado sem sentidos junto de uma das casas da Avenida Bogatirski por habitantes locais e conduzido para o hospital, onde morreu sem recuperar os sentidos.

As autoridades policiais já detiveram o presumível autor do crime e consideram que o assassinato se deveu a "intolerância rácica".

Segundo o diário electrónico Fontanka.ru, o presumível assassino é Khamzia Enikeev, 43 anos, "veterano da guerra da Chechénia, das guerras do Golfo Pérsico", que trabalhava como segurança de uma loja perto do prédio onde residia o actor.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.