Açores vão dar formação para que jovens emigrantes promovam região na diáspora

Açores vão dar formação para que jovens emigrantes promovam região na diáspora

 

LUSA/AO online   Regional   4 de Nov de 2015, 14:31

O Governo dos Açores anunciou hoje que vai investir na formação de jovens emigrantes açorianos, para que façam a promoção do arquipélago nos países onde estão radicados

O anúncio foi feito hoje, na cidade da Horta, pelo subsecretário regional da Presidência para as Relações Externas, Rodrigo Oliveira, que foi ouvido pela Comissão de Política Geral do Parlamento açoriano, sobre as propostas de Plano e Orçamento para 2016.

"Será uma formação nas várias dimensões da nossa economia, visitando empresas, indústrias, diversas entidades no âmbito cultural e social, para promover e mostrar aquilo que os Açores são hoje", explicou o governante.

Para o subsecretário regional, é "fundamental" proporcionar uma "maior capacidade de atração" das Casas dos Açores, através do envolvimento dos jovens que estejam interessados em "promover os Açores nas comunidades da diáspora".

Rodrigo Oliveira antecipou que 2016 "será um ano de reforço da posição externa dos Açores", uma vez que o Plano do Governo para o próximo ano contempla um reforço de verbas para este setor, que será aplicado, segundo explicou, na "proximidade às comunidades da diáspora".

"Este montante será primariamente destinado ao apoio às atividades de todas as instituições açorianas na diáspora, na valorização da sua capacidade e da sua autonomia", salientou Rodrigo Oliveira.

Segundo explicou, a maior projeção externa dos Açores irá verificar-se, por exemplo, no âmbito do relacionamento inter-regional na Presidência da Conferência das Regiões Periféricas Marítimas e no facto de a Região organizar nos Açores a sua Assembleia Geral.

"Isso permitirá trazer aos Açores mais de 150 regiões e altos responsáveis europeus e internacionais para debaterem várias questões, desde logo as políticas do mar e as políticas de coesão da União Europeia", sublinhou o governante.

A homenagem que o estado brasileiro do Rio Grande do Sul e a cidade de Porto Alegre farão aos Açores durante a "maior feira do livro a céu aberto da América Latina" é outra iniciativa que, segundo Rodrigo Oliveira, dará "maior projeção externa" ao arquipélago.

O Plano do Governo para 2016, que ascende a 782,5 milhões de euros, contempla apenas uma verba de 790 mil euros para a área das Comunidades e Cooperação Externa.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.