Açores receberam desde o início do ano 15 deportados dos EUA e Canadá

Açores receberam desde o início do ano 15 deportados dos EUA e Canadá

 

Lusa/AO Online   Regional   13 de Nov de 2015, 16:13

Os Açores receberam desde o início do ano 15 cidadãos deportados dos Estados Unidos da América (EUA) e do Canadá, o que equivale a um "decréscimo sustentado" entre 2011 e 2015, adiantou hoje o subsecretário regional da Presidência.

Rodrigo Oliveira referiu que em causa está um decréscimo de cerca de 75%, acrescentando que em 2011 chegaram 63 cidadãos deportados ao arquipélago, oriundos daqueles países.

O governante açoriano, que falava na sessão de abertura do VIII Encontro Internacional de Organizações de Intervenção Social, que decorre em Ponta Delgada, frisou que esta diminuição “satisfaz muito", mas o problema "ainda requer especial atenção”.

Rodrigo Oliveira saudou o trabalho das instituições presentes no evento "junto destes públicos mais desfavorecidos, mais vulneráveis, para que eles possam adquirir a cidadania dos países de acolhimento e assim evitar esses processos de deportação”.

Até sábado, representantes de cerca de 20 instituições dos Estados Unidos da América, do Canadá, da Bermuda e da região autónoma dos Açores estarão reunidos em Ponta Delgada para refletir sobre as questões sociais que na atualidade mais afetam as comunidades açorianas emigradas e regressadas.

 

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.