Açores promovem concurso multimédia para estudantes sobre património

Açores promovem concurso multimédia para estudantes sobre património

 

Lusa/AO Online   Regional   26 de Fev de 2018, 15:00

Estudantes do ensino secundário e profissional dos Açores vão poder candidatar-se até abril a um concurso multimédia que vai premiar os melhores trabalhos sobre o património cultural e natural açoriano, visando estimular o conhecimento sobre o legado das ilhas.

Uma nota do governo açoriano explica que o concurso, promovido pelo gabinete do secretário regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas, vai apurar o melhor trabalho de cada ilha do arquipélago, bem como os primeiros três classificados a nível regional.

Sob o tema “Património cultural e natural”, a iniciativa surge no âmbito das comemorações do Dia da Europa, que se assinala a 09 de maio, e do Ano Europeu do Património Cultural, e tem como objetivo "estimular a pesquisa e o conhecimento do património cultural açoriano, na sua vertente material e imaterial, e do natural", mas também contribuir para a sua "valorização por parte da comunidade estudantil e dos telespetadores".

A ideia é ainda promover e divulgar a produção de trabalhos escolares sobre esta temática a nível local e/ou europeu, acrescenta a nota, indicando que as candidaturas decorrem até 23 de abril, acrescenta o executivo dos Açores.

O melhor vídeo será transmitido pela RTP/Açores a 09 de maio e os seus autores serão premiados com uma viagem a Lisboa e ao Porto.

Serão atribuídos prémios ao 2.º e ao 3.º melhor trabalho, respetivamente 15 e 10 livros para a biblioteca da escola da equipa classificada, e ainda prémios de participação a alunos e professor de cada uma das nove equipas finalistas.

De acordo com o regulamento, disponível nas escolas secundárias e profissionais da região ou no Portal do Governo, os candidatos devem ter completado no máximo 20 anos até 09 de maio de 2018 e frequentar o 10.º, 11.º ou 12.º ano nas escolas secundárias das nove ilhas do arquipélago ou níveis equivalentes do ensino profissional.

As equipas são formadas por três alunos, que devem estar matriculados na mesma escola, mas podem pertencer a turmas ou anos diferentes, acompanhados por um professor responsável, que assegure o acompanhamento dos trabalhos e as atividades do concurso, explica a nota.

A concurso estarão trabalhos apresentados em formato PAL – Sistema Europeu de Vídeo, com uma duração máxima de dois minutos.

Todos os vídeos que o júri considerar que têm qualidade para tal serão divulgados na página da rede social Facebook “Relações Externas – Governo dos Açores” e no canal Youtube do executivo regional.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.