Açores preparam próximos financiamentos comunitários em Bruxelas

Açores preparam próximos financiamentos comunitários em Bruxelas

 

LUSA/AO online   Regional   24 de Mai de 2016, 15:33

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, deslocou-se hoje a Bruxelas para abordar os critérios de distribuição de fundos comunitários após 2020, no âmbito de um "processo de sensibilização" acerca das especificidades das ilhas e regiões periféricas

Após um encontro com a comissária europeia responsável pela Política Regional, Corina Cretu, Vasco Cordeiro informou que esta deslocação ocorreu a meio de um quadro comunitário de apoio e no início da preparação do seguinte, o que implica um "processo de sensibilização".

O governante deixou, assim, a mensagem à comissária de que deve haver uma "consideração especial em relação às ilhas, que têm desafios muito particulares" em termos de acessibilidades e infraestruturas" e sobre a importância das regiões ultra periféricas.

"A política regional, a política de coesão deve ser efetivamente mantida e reforçada", resumiu aos jornalistas.

Da comissária Cretu recebeu a informação de que deverá marcar presença na reunião de presidentes das regiões ultraperiferias, que decorrerá ainda este ano no Funchal, e que continuará as tarefas de um grupo de trabalho dedicado às ilhas.

Vasco Cordeiro divulgou ainda o encontro, no início do próximo mês, com o comissário europeu da Agricultura, Phil Hogan, e que deverá centrar-se na crise do setor leiteiro e na posição açoriana de uma resposta a nível do escoamento e da exportação, em vez da produção.

À espera de confirmação está uma reunião com o responsável no executivo comunitário pelas Pescas, Karmenu Vella.

Quanto à utilização de fundos comunitários, o responsável notou que os Açores "estão já praticamente em velocidade cruzeiro quanto ao aproveitamento deste quadro comunitário".

"E julgamos que tudo se conjuga para que esse processo continue e se reforce com a utilização plena com os fundos que estão à nossa disposição", perspetivou Vasco Cordeiro, recordando que o arquipélago contribuiu de forma decisiva para a taxa de execução a nível nacional.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.