Ambiente

Açores líderes da retoma de resíduos para valorização

Açores líderes da retoma de resíduos para valorização

 

Pedro Nunes Lagarto   Regional   28 de Dez de 2011, 10:56

Em 2010, os açorianos produziram 146 mil toneladas de resíduos urbanos, um aumento de cerca de 2,5 mil toneladas face ao ano anterior, revela o Relatório SRIR sobre a Produção Gestão de Resíduos nos Açores.
Naquele ano a produção per capita mais elevada foi registada nas ilhas do Faial (685 quilos/habitante. ano), São Jorge (654 quilos/habitante.ano) e Flores (645 quilos/habitante. ano).

Em São Miguel a produção per capita atingiu 629 quilos/habitante.ano.

O destino final de 88%por cento dos resíduos urbanos produzidos no ano passado foi a deposição em aterro sendo que 11.7% destinaram-se a reciclagem e recuperação.

O armazenamento e tratamento e ainda a produção de biocombustível representam valores residuais (cada qual inferior a 0,1% do total).

Outra nota que merece destaque é o aumento no volume de embalagens (papel, vidro e plástico) geridas, e com acompanhamento eficiente para valorização, e cuja capitação nos Açores (42 quilos/habitante.ano) foi superior à verificada a nível nacional (31 quilos/habitante.ano).

Em 2010 foram expedidas para o continente para valorização12783 toneladas de resíduos de embalagens de papel/cartão e de vidro, que representam 62% do total enviado para o exterior.

De referir, ainda no âmbito dos fluxos específicos de resíduos, o facto de para os Açores estarem a operar todas as entidade gestoras existentes a nível nacional, resultado do pedido de extensão das suas actividades, garantindo desta forma um destino adequado para resíduos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.