Açores investem mais de 10 ME na requalificação da orla costeira

Açores investem mais de 10 ME na requalificação da orla costeira

 

Lusa/AO online   Regional   28 de Nov de 2017, 11:14

O secretário do Mar, Ciência e Tecnologia dos Açores, Gui Menezes, anunciou hoje um investimento superior a dez milhões de euros na gestão e requalificação da orla costeira das ilhas do arquipélago.


“Ainda nos Assuntos do Mar, e num contexto de alterações climáticas em que as regiões arquipelágicas como a nossa são mais vulneráveis a fenómenos meteorológicos extremos, o Governo dos Açores considera fundamental o investimento na proteção da orla costeira, dando prioridade, como não poderia deixar de ser, às zonas onde possam estar em risco pessoas e bens”, justificou Gui Menezes.

O governante falava na Assembleia Legislativa Regional, na Horta, ilha do Faial, no debate sobre as propostas de Plano e Orçamento regionais para 2018.

Gui Menezes adiantou que foi, também, aumentada em 29% “a verba disponível para intervenções que venham a ser necessárias para dar resposta a intempéries e outras situações extraordinárias que possam vir a ocorrer, correspondendo a um valor de 193 mil euros”.

Ainda nesta área, o responsável informou da conclusão da empreitada da Escola do Mar, na Horta, no próximo ano.

Já na Ciência e Tecnologia, Gui Menezes referiu que o enfoque é na “transferência de conhecimento entre a comunidade científica e o tecido empresarial dos Açores e a internacionalização da investigação regional” apontando, por exemplo, o investimento de 8,2 milhões de euros no programa de incentivos ao Sistema Científico e Tecnológico.

“Iremos também lançar um plano de ação integrado e estruturado na área da internacionalização da investigação, desenvolvimento e inovação dos Açores, num investimento global de 1,8 milhões de euros, que corresponde a um crescimento de cerca de 44% face a 2017”, exemplificou.

Garantindo que o executivo açoriano quer “despertar o interesse dos mais jovens para as áreas ligadas à ciência e à tecnologia”, Gui Menezes adiantou que no próximo ano será apresentado um plano de ação para a promoção da cultura científica que inclui o apoio à criação de clubes de robótica nas escolas.

Em 2018 será concluído o Parque de Ciência e Tecnologia da Terceira e serão iniciados os procedimentos para a construção do segundo edifício do Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel.

Ainda no setor das infraestruturas tecnológicas, Gui Menezes sublinhou o reforço na área aeroespacial, com um investimento de 1,2 milhões de euros.

“É nosso objetivo colocarmos os Açores numa posição de excelência no que respeita a serviços muito especializados para a operação, produção e receção de dados associados a infraestruturas espaciais. Nesse sentido, será instalada uma nova antena integrada na estação da ESA [Agência Espacial Europeia] de Santa Maria”, exemplificou.

“Este e outros projetos significam um incremento da centralidade da região no que respeita ao estudo do espaço e da Terra, assumindo-se como um importante contributo para o futuro AIR Center [Centro de Investigação Internacional do Atlântico], uma iniciativa do Governo da República em que o Governo dos Açores tem estado envolvido, bem como o Observatório do Atlântico, cuja resolução para a criação da comissão instaladora foi publicada recentemente e que terá sede na Horta”, acrescentou.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.