Açores e Madeira vão criar registo oncológico conjunto

Açores e Madeira vão criar registo oncológico conjunto

 

Lusa/AO Online   Regional   22 de Fev de 2016, 13:23

O secretário regional da Saúde dos Açores, Luís Cabral, anunciou hoje a criação de um registo oncológico conjunto entre os Açores e a Madeira, área que será objeto de um acordo de cooperação.

 

“Pretende-se fazer um Registo Oncológico Regional integrado que, com a devida fiabilidade, possa demonstrar a nível nacional que as regiões autónomas dos Açores e da Madeira estão também a desenvolver esforços e preocupadas com essa área”, afirmou Luís Cabral, em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, citado numa nota de imprensa do executivo açoriano.

Luís Cabral, que falava no final de um encontro com o secretário regional da Saúde da Madeira, João Faria Nunes, adiantou que os dois arquipélagos pretendem trabalhar em conjunto em diversas áreas da saúde, de forma a “aprofundar a interação entre as duas regiões insulares”.

Além do registo oncológico, serão ainda “áreas de cooperação mútua a peritagem de inspeções de saúde, em termos de experiências, mas também de recursos humanos, assim como a partilha de conhecimentos e estratégias nas áreas da toxicodependência e dos comportamentos de risco”, segundo a mesma nota.

O curso “Medical Response to Major Incidents”, que termina na terça-feira, na Praia da Vitória, promovido numa parceria entre o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores e o Serviço de Saúde da Madeira, foi a primeira materialização do protocolo assinado no início do mês entre os dois executivos insulares, na sequência da visita aos Açores do presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque.

Então, as duas regiões autónomas acordaram trabalhar em conjunto no âmbito da Proteção Civil, assim como na realização de intercâmbios e na aproximação de procedimentos entre os respetivos serviços, além de formações conjuntas para profissionais de saúde.

Luís Cabral acrescentou que foram “encontradas outras áreas na vertente da componente formativa” que vão permitir “lançar novos desafios e encontrar novas áreas de concretização do protocolo em vigor”.

Na sequência desta deslocação aos Açores, o secretário regional da Saúde da Madeira convidou Luís Cabral a visitar aquela região, no sentido de se dar continuidade à partilha de conhecimentos e experiências entre os dois arquipélagos.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.