OE2011

Açores e Madeira devem tratar cada um dos seus interesses

Açores e Madeira devem tratar cada um dos seus interesses

 

Lusa/AO online   Regional   8 de Nov de 2010, 17:05

A presidente do PSD dos Açores recusou esta segunda-feira comentar as transferências para a Madeira previstas na proposta do OE2011, alegando que importa considerar antes as verbas atribuídas aos Açores, inferiores às inscritas no Orçamento de Estado deste ano.
“A Madeira tem de tratar de si” e os Açores de “lutar pelo que precisa” para garantir o desenvolvimento económico, afirmou Berta Cabral, num comentário à reacção dos socialistas açorianos a críticas dos sociais democratas madeirenses sobre uma alegada discriminação da Madeira face aos Açores em matéria de dotações do OE2011.

Relativamente aos Açores, segundo Berta Cabral, a proposta do Governo da República implica uma redução nas transferências, sublinhando que a região dispõe de um Produto Interno Bruto (PIB) 'per capita' correspondente da “sessenta e poucos por cento da média europeia”.

A líder regional social democrata frisou que os Açores precisam de crescer para se aproximar das médias europeias, salientando que a “medida para avaliação do desenvolvimento é o PIB”.

Questionada sobre o sentido de voto do PSD/Açores em relação às propostas do executivo açoriano de Plano e Orçamento para 2011, que serão debatidas este mês no parlamento regional, Berta Cabral afirmou que o partido ainda “está a fazer o trabalho de casa”, remetendo uma posição para “mais tarde”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.