Açores declaram Projeto de Interesse Regional investimento em unidades da Finançor

Açores declaram Projeto de Interesse Regional investimento em unidades da Finançor

 

Lusa/AO Online   Regional   19 de Jul de 2016, 20:41

O Governo dos Açores reconheceu hoje como Projeto de Interesse Regional o investimento da Finançor, em São Miguel, orçado em 13 milhões de euros, anunciou a secretária regional adjunta da Presidência para os Assuntos Parlamentares.

 

Na apresentação do comunicado do Conselho do Governo, em Vila do Porto, Santa Maria, ilha onde hoje o executivo açoriano terminou a visita estatutária, Isabel Rodrigues adiantou que “o projeto consiste na modernização e remodelação das unidades industriais de rações, farinhas e bolachas, conferindo-lhe novas soluções, traduzidas no aumento da capacidade produtiva e reforço da competitividade do negócio, bem como no fomento da base económica de exportação”.

Segundo Isabel Rodrigues, trata-se de “um investimento global de aproximadamente 13 milhões de euros”.

Após a conclusão do investimento, da Finançor Agro-Alimentar, SA, que decorrerá sem a suspensão da laboração das fábricas, serão criados 16 novos postos de trabalho, informou ainda.

O Conselho do Governo deliberou também abrir os concursos públicos para a reabilitação e beneficiação do centro de saúde de Santa Cruz das Flores, obra de 1,4 milhões de euros com um prazo de execução de 18 meses, e da requalificação da escola básica integrada de Capelas, na ilha de São Miguel, de 8,7 milhões de euros para executar em 24 meses.

Além de outras medidas, o Conselho do Governo autorizou a cedência, de forma gratuita, ao município de Ponta Delgada, da escola do 1.º ciclo e jardim-de-infância Alexandre Linhares Furtado.

“A cedência tem em vista proporcionar à Junta de Freguesia da Fajã de Baixo a concretização do investimento nas instalações desportivas da escola de modo a propiciar a sua utilização pela comunidade como infraestrutura polivalente”, referiu Isabel Rodrigues.

O Conselho do Governo aprovou ainda uma resolução que dá o nome de Luís da Silva Ribeiro (1882-1955) à biblioteca pública e arquivo regional de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, “em homenagem ao homem cujo nome está associado à história local, ao seu património cultural e, especialmente”, à criação da biblioteca e arquivo local.

“Entre os vários cargos que exerceu, destacam-se os de presidente da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, presidente da Junta Geral do Distrito de Angra do Heroísmo e o de governador civil”, acrescenta o comunicado.

Isabel Rodrigues anunciou ainda que foi adjudicada da concessão da exploração do parque de campismo e caravanismo das Sete Cidades, em São Miguel, pelo prazo de 20 anos.

“A adjudicação compreende a execução por parte do concessionário, para além das zonas de campismo e caravanismo, de um edifício central de apoio, espaço de restauração, instalações sanitárias, estacionamento para viaturas e 12 pequenas unidades de alojamento, de tipologias T1 e T2, integradas na envolvente natural adjacente à zona de campismo”, num investimento na ordem de 1,3 milhões de euros, revelou a secretária regional, considerando que se tornará numa oferta de alojamento de cariz ecológico.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.