Açores com rede de radares meterológicos e Terceira com plano de revitalização económica

Regional /
Praia da Vitória, Terceira

1054 visualizações   

A instalação de uma rede de radares meteorológicos e a execução de um plano de revitalização económica para a ilha Terceira são duas medidas contempladas no Orçamento do Estado para 2017 (OE2017) para a Região Autónoma dos Açores.
 

 

O documento, que foi entregue hoje pelo Governo na Assembleia da República, refere apenas a intenção da tutela executar estes dois projetos não estando inscritos os valores envolvidos nem o prazo de execução.

A instalação de uma rede de radares nos Açores era uma necessidade que já tinha sido apontada pelo presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, depois de o Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América terem comunicado ao Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) que iria "desmantelar o radar" instalado na ilha Terceira, o único existente na região.

Por sua vez, o Plano de Revitalização Económica da ilha Terceira tinha sido apresentado pelo Governo Regional dos Açores em 2015, para compensar o corte do contingente norte-americano na base das Lajes, na Praia da Vitória, pedindo ao Governo nacional que assegure junto dos Estados Unidos da América 167 milhões de euros anuais, durante 15 anos, para a ilha.

Os Açores recebem no próximo ano, do Orçamento de Estado, 250 milhões de euros, menos cerca de dois milhões do que a verba aprovada para este ano.

O Governo apresentou hoje a proposta de Orçamento do Estado de 2017 que prevê um crescimento económico de 1,5%, um défice de 1,6% do PIB, uma inflação de 1,5% e uma taxa de desemprego de 10,3%.

Para este ano, o executivo liderado por António Costa piorou as estimativas, esperando agora um crescimento económico de 1,2% e um défice orçamental de 2,4% do PIB.