Coreias

Acordo para relançar programa de reunificação familiar


 

Lusa/AO online   Internacional   1 de Out de 2010, 11:39

As duas Coreias acordaram esta sexta-feira relançar um programa que visa permitir a reunificação das famílias separadas desde a guerra de 1950-1953, anunciou o Ministério da Unificação sul-coreano.
As duas Coreias vão organizar reuniões de mais de cem famílias entre 30 de Outubro e 5 de Novembro no Monte Kumgang, um local turístico da Coreia do Norte, segundo uma porta-voz do Ministério, Lee Jong-Joo.

“É um bom sinal que demonstra flexibilidade por parte da Coreia do Norte. Constatamos uma mudança na atitude norte-coreana. No entanto, ainda é cedo demais para dizer se isso vai levar a uma melhoria das relações”, acrescentou.

Depois de dois anos de interrupção, o programa humanitário de reencontro familiar foi retomado há um ano, permitindo a algumas dezenas de sul-coreanos reencontrarem familiares que não viam há 60 anos.

O programa voltou a ser interrompido em Março depois de um incidente com uma corveta sul-coreana que, segundo uma comissão internacional, foi atingida por um torpedo norte-coreano.

Desde o início do programa, em 2000, cerca de 20 mil pessoas puderam reencontrar familiares.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.