Acionistas pedem suspensão da assembleia e remarcação para 22 de janeiro

Acionistas pedem suspensão da assembleia e remarcação para 22 de janeiro

 

Lusa/AO Online   Economia   12 de Jan de 2015, 15:25

O administrador da Ongoing na PT SGPS Rafael Mora disse que todos os acionistas de referência da empresa pediram a suspensão da assembleia-geral e sugeriram a remarcação dos trabalhos para 22 de janeiro.

 

A reunião magna da PT SGPS teve início cerca das 15:50, com 50% do capital presente ou representado, correspondente a cerca a 448 milhões de ações.

"Todos os acionistas de referência pediram a suspensão", disse Rafael Mora, referindo-se à Ongoing, Novo Banco, Visabeira, Controlinveste e Telemar, durante os cinco minutos em que a reunião magna esteve suspensa para avaliar propostas de adiamento que foram submetidas à mesa, dirigida por António Menezes Cordeiro.

Com o pedido de suspensão, os acionsitas visam obter informação adicional, nomeadamente os pareceres jurídicos sobre a fusão.

Questionado sobre se a PT SGPS irá apresentar informação que mostre o impacto de um eventual fim da fusão, Rafael Mora afirmou: "Acho que sim".

Rafael Mora disse ainda que para a Ongoing não está em causa o fim da fusão, uma vez que "já foi feito um aumento de capital".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.