Acionistas do BPI aprovam desblindagem dos estatutos do banco

Economia /
	Fernando Ulrich, presidente do BPI, durante a conferencia de imprensa da Comissao Executiva do BPI, quarta-feira 14 de marco de 2007, em Lisboa.

600 visualizações   

Os acionistas do BPI aprovaram hoje a proposta de desblindagem dos estatutos do banco, pondo fim à limitação dos direitos de voto e abrindo caminho ao sucesso da Oferta Pública de Aquisição (OPA) lançada pelo maior acionista, o CaixaBank.
 

A informação foi avançada aos jornalistas por alguns acionistas do BPI à saída da assembleia-geral (AG) do banco, que começou cerca das 10:30 na Fundação de Serralves, no Porto, e terminou menos de uma hora depois.

De acordo com informações recolhidas no local pela agência Lusa, na reunião foram votadas as duas propostas que estavam em cima da mesa para alteração dos estatutos do BPI - a do acionista Violas Ferreira e a do Conselho de Administração do banco - sendo que esta última foi votada "à condição" de a ‘holding' Violas Ferreira retirar a providência cautelar que tinha apresentado para tentar travar a desblindagem.